upa-pacima

...que a vida continua!

sexta-feira, setembro 29, 2006

A nova fase de Agassi


A foto em que Agassi aparece com pêlo foi tirada em 1990, mas hoje ele é um novo homem... careca, depilado e está prestes a tornar-se num verdadeiro homem de negócios. Andre, com a sua esposa Steffi Graf (também ex-tenista) vai dedicar-se ao negócio imobiliário. Pois é, juntos, vão investir na construção de resorts de luxo voltados para o ténis, muito à imagem do que já existe para o golfe. O primeiro vai nascer na Costa Rica, já no próximo ano. São ou não são espartalhões? Hum?

quinta-feira, setembro 28, 2006

Post "Sim, mestre"

"Antes de voltar a ser mãe, quero ser a mulher do Tom Cruise, ele merece isso de mim", disse Katie Holmes.
Ok, ele é o Tom Cruise. É giro ou tem pinta. Ela é Katie Holmes, também actriz, e gira que se farta... tiveram um bebé, uma menina, linda... juntos fizeram capa na Vanity Fair. Mas, oh katie esta frase soa mesmo mal... "ele merece isso de mim"??? Isso o quê?" Não percebi muito bem... será que não meteu os pés pelas mãos e se estava a referir ao bebé? Os bebés é que merecem ter uma boa mãe.

quarta-feira, setembro 27, 2006

O taxista da Internet


O motor de busca faz hoje oito anos... Anda, digámos, pela escola primária... Mas como é uma criança sobredotada, sabe muito mais do que aparenta. Burros são os que não percebem que "está lá tudo"...
Só assim se compreende aquele taxista que, pasmou com a cliente que transportava do aeroporto a casa, porque ela chegava de uma viagem de trabalho à China...
"À China, minha senhora!!! Com franqueza! Agora que está tudo na Internet, a senhora tinha de ir à China para escrever sobre o que estava a acontecer?!?
Pois eu, nem que me pagassem muito lá ia. Não vou com aquela gente.
Ainda se fosse de Africa...Mas agora está tudo na Internet, nem é preciso sair de casa."

Já temos o nosso "Piano Man"!

O deles... e o nosso
















Aleluia! Já não era sem tempo! Já temos o nosso "Piano Man"!
Aqui

terça-feira, setembro 26, 2006

Pijama happy hour

Shangai, umas quatro da tarde, sábado.
Um homem, como dezenas de outros no mesmo bairro e por toda a cidade, enverga o seu pijama de algodão sem a mais pequena mácula de sujidade e recolhe a roupa que deixara a secar bem alto, em cabide, no fio da electricidade, qual estendal...
Parece que por aquelas bandas é assim: chega-se a casa do trabalho (por volta dessa hora pois também se começa a labutar mais cedo) e, antes do jantar, (que é pelas cinco da tarde), veste-se o pijama. Sábado e domingo são dias de andar de pijama todo o tempo. Pode-se, "empijamado" passear por um centro comercial, ir ao café, conversar com amigos, repousar numa cadeira em plena rua... Isso, meus amigos, é que é qualidade de vida.

Como o foto documenta, também por lá se dá pouco uso ao ferro de engomar; a roupa, bem lavada, desce da corda em estado impecável para ser vestida.

[E depois disto não falem em paciência de chinês... Eles é que a sabem toda!)

segunda-feira, setembro 25, 2006

Recuerdos de Verano

Deixo-vos com mais duas ou três pérolas recolhidas durante este Verão, para vos aguçar a nostalgia do melhor que por cá se vai fazendo.


Primeiro, esta fantástica placa, na estrada entre Mirandela e Murça, Trás-os-Montes. A "pequenina pátria" a que os emigrantes regressam, Agosto após Agosto, afinal tem nome: Palheiros. Ah! Aproveitem para visitar o Crasto...



Depois, reminiscências da festarola... Até os santos (cruzes!) aderiram à moda. Vila Verdinho já tem um Santo Violista. Pode faltar tudo. Agora a música... ai cataninho!!

domingo, setembro 24, 2006

A caminho do bronzeado II

Pois é, já cá faltava o balanço da promoção "A caminho do bronzeado" que as lojas Pedra Dura decidiram fazer durante Agosto e até final de Setembro. Já aqui escrevi sobre essa maravilhosa iniciativa. Se bem se lembram, a ideia era entrar na loja e dizer a frase "a caminho do bronzeado". Confesso que até já me tinha esquecido dela. Hoje entrei numa dessas lojas e fiz uma compra. A empregada disse-me "vou-lhe fazer 10% de desconto porque estamos ainda com a promoção do a caminho do bronzeado". E eu aí pensei caladinha para os meus botões "mas eu não disse nada". Acabei por não perguntar nada não fosse começar a ficar com o sorrizinho estúpido na cara, mas pelo que percebi (e já calculava) ninguém faz figuras de atrasada mental por 10%. Vai daí, oferecem os 10% às clientes. E eu voltei a pensar que foi bom para mim mas que deve ser injusto para todos os outros clientes que vivem entusiasmados com a ideia de entrar e dizer: "ei pessoal: a caminho do bronzeado!"

sábado, setembro 23, 2006

Quistos, diz ela...

Em entrevista à revista Tabu do SOL, Manuela Moura Guedes faz uma série de confidências. Garante nunca ter feito uma cirurgia plástica ao rosto... diz que não está nada mal para a idade... realmente não está nada mal para os seus 50. O que eu gostava de perceber é qual o segredo para ter a cara toda esticadinha qual teenager na flor da idade. Será que ela não podia partilhar? Será que foi um creme milagroso? Ai, ai... gostei também de saber que nunca teve nenhuma má experiência com o Botox. O que aconteceu foi um problema de quistos. Ela explica: "chegaram a ficar tipo pedras, tiveram que ser raspados e tive que ser aberta mais uma vez. Até fiquei com algumas cicatrizes que tento disfarçar". No fim, até teve que mudar de penteado e puxar o cabelo para a cara. Malvados quistos! Uma pergunta apenas: porque será que nunca vimos Manuela Moura Guedes com quistos na cara? Porque será que só nos lembramos de a ver com a sua nova imagem!?

sexta-feira, setembro 22, 2006

Em directo e exclusivo!

E ora cá estou eu... Finalmente na sede do upa! :D
Sim sra, mto giro e mto simpaticos! :)
Só falta conhecer o resto dos "bloggistas" :PPPP
* * *

quinta-feira, setembro 21, 2006

Um concerto do ca...#$%*

Já era para ter escrito há mais tempo, mas não consegui. Fui ver Pearl Jam no dia 4 qual teenager ainda a delirar com o Ten... O Eddie Vedder falou num português muito manhoso, mas falou. E por isso, valeu o esforço cada palavrinha mal pronunciada. Tantos artistas que nem sequer se dão a esse trabalho. A dada altura, distrai-se e começa a falar na língua materna, mas logo pede desculpas e diz em português: "Vocês são do car "#$%*". Foi o auge total!

quarta-feira, setembro 20, 2006

Ganda homem


Este homem é pequenino mas muito... maneirinho (como se diz lá no Norte, c*****!)

Ontem foi visitar uma escola primária (agora básica) e teve com as criancinhas este diálogo de elaborada pedagogia:

"Meninos, sabem quem eu sou?
Então? Sabem como é que eu me chamo?"

"....?"

"Então vocês não vêem o Contra-informação?"

"...Siiiimmm!"

"Eu sou aquele boneco... o ganda nóia! Eu sou o ganda nóia! "

domingo, setembro 17, 2006

Avaliação de desempenho

O dono de um talho foi surpreendido pela entrada dum cão dentro da loja. Ele enxotou-o mas o cão voltou logo de seguida. Novamente ele tentou espantá-lo mas reparou que o cão trazia um bilhete na boca. Ele pegou o bilhete e leu:

- Pode mandar-me 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor?

O cão trazia também dinheiro na boca, uma nota de 50 euros. Ele pegou no dinheiro, pôs as salsichas e a perna de carneiro num saco e colocou-o na boca do cão. O talhante ficou realmente impressionado e como já estava na hora, decidiu fechar a loja e seguir o cão. Este começou a descer a rua e quando chegou ao cruzamento depositou o saco no chão, pulou e carregou no botão para fechar o sinal. Esperou pacientemente com o saco na boca que o sinal fechasse e pudesse atravessar. Atravessou a rua e caminhou até uma paragem de autocarro, sempre com o talhante a segui-lo. Na paragem, o cão olhou para o painel dos horários e sentou-se no banco, esperando o autocarro. Quando um autocarro chegou o cão foi até à frente para conferir o número e voltou para o seu lugar. Outro autocarro chegou e ele tornou a olhar, viu que aquele era o número certo e entrou. O talhante, boquiaberto, seguiu o cão. Mais adiante o cão levantou-se, ficou em pé nas duas patas traseiras e carregou no botão para mandar parar o autocarro, tudo isso com as compras ainda na boca. O talhante e o cão foram caminhando pela rua quando o cão parou à porta de uma casa e pôs as compras no passeio. Então virou-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta. Tornou a fazer o mesmo mas ninguém respondeu. Então contornou a casa, pulou um muro baixo, foi até à janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes. Caminhou de volta para a porta e, de repente, um tipo enorme; abriu a porta e começou a espancar o bicho. O talhante correu até ao homem e impediu-o dizendo:

- "Deus do céu homem, o que é que você está a fazer? O seu cão é um génio!"

O homem respondeu:

- "Um génio ??? Esta já é a segunda vez esta semana que este cão estúpido se esquece da chave!".

Moral da história: Podes continuar a exceder as expectativas mas, aos olhos daqueles que te avaliam, isso estará sempre abaixo do esperado...

É caso pra dizer: "Bom dia..."; "JÁ COMEÇAS!?!?!?!?!?" :)

sábado, setembro 16, 2006

Cães

"A caravana passa e os cães acabam por ladrar! Sempre!"

Popular, em apoio a Isaltino de Morais [ao mesmo tempo que batia com a mão nas costas do político], depois de o nóvel semanário "Sol" ter noticiado a apreensão de uma casa do autarca no Algarve.

Comam feijao frade!

Lardosa, em Castelo Branco, vai receber a primeira Feira do Feijão Frade. Tudo para promover esta leguminosa! Comam feijão frade, ok? O objectivo do certame é valorizar esta matéria-prima que agora é utilizada praticamente como alimento para gado. Vamos lá todos puxar pela imaginação e inserir feijão frade nas refeições... Começamos com uma salada de feijão frade com atum... alguém conhece mais alguma receita?

terça-feira, setembro 12, 2006

A mulher...

Vale a pena ver este link:

http://fcmx.net/vec/v.php?i=003702

(Como se desenha uma mulher, de dentro para fora!)

:)

segunda-feira, setembro 11, 2006

A Mensagem

"Desde então, aprendemos dramaticamente que a segurança é a torre gémea da liberdade. A segurança e a liberdade são valores indissociáveis. Se não vivermos em segurança, deixaremos de ter condições para desfrutarmos da liberdade que só a democracia confere".

Aluno da 4.ª classe da Escola EB 2,3 de... Ah! Não, não é isto... Agora sim: mensagem do Sr. Presidente da República de Portugal ao Presidente dos Estados Unidos da América, por ocasião do 5.º aniversário do 11 de Setembro.

domingo, setembro 10, 2006

Na paragem obrigatória (café), em Ourique


Neste país vê-se de tudo... Não tenho qualquer comentário a tecer sobre o título do filme pornográfico.
Havia outro com um título ainda mais original, mas não tirei foto. Chamava-se "Violações por telefone". Ainda me hão-de explicar como é que se viola por telefone...

Upa pa cima q a vida continua! :((((

sexta-feira, setembro 08, 2006

Na parvónia...

Então é assim. Saí de casa com o objectivo de ir tirar o Passaporte ao Governo Civil de Faro.
Chego lá por volta das 9h15 e deparo-me com um letreiro que dizia o seguinte: "Em virtude da enorme afluência de público ao novo sistema de emissão do Passaporte Electrónico Português, informam-se os interessados que o número de senhas distribuídas não poderá ser superior a 30 no período da manhã e 30 no período da tarde." Ora... Como em todos os serviços públicos, dirigi-me ao local onde se retiram as senhas, para aguardar a minha vez. Fui informada pela funcionária (e, se me permitem, já fora de prazo...!), que enquanto não atendessem as pessoas que se encontravam na sala, não dava mais senhas a ninguém! Isto com um tom agressivo! Note-se que foi feriado ontem em Faro, logo, deduzo que a funcionária se encontrasse BASTANTE cansada logo às 9h15 da manhã. Como boa portuguesa que sou, aguardei e não saí de lá enquanto não me deram uma senha (isto já por volta das 11 da manhã). Como eu, chegaram também outras pessoas, sem senha, as quais se puseram na fila atrás de mim. Como não havia senhas, já ninguém sabia quem tinha chegado primeiro. Armou-se uma grande confusão, pq uns diziam que se o horário de funcionamento era das 9h às 12h, tinham que ser atendidos. Enquanto isso, as funcionárias berravam atrás dos balcões, a pedir silêncio. Entretanto... EIS QUE CHEGA A AUTORIDADE! Ui... Discussão atrás de discussão, as funcionárias lá arranjaram senhas. Mas... Txanananam!!! Eram as supostas 30 senhas da tarde. Ou seja. Quem vai pra lá às 14h (hora de abertura da parte da tarde), já não pode ser atendido, pq as senhas da tarde foram dadas de manhã.
Eis que chega a minha altura de ser atendida. Mas ainda não foi desta... Estava uma mãe com um filho ao colo, tem prioridade. Mas o pai também queria ser atendido!!! Lá entra a autoridade em acção novamente. Fui atendida. Começo a dar os meus dados... Chega a parte da assinatura. Assino um papel, em cima de uma linha. A máquina não reconhece!!!!!!!!! Uma pessoa normal, faz uma assinatura direita, não? Mas ali não. Chega a parte de confirmar os dados. Tive 5 segundos pra ler nome, morada, telemóvel e etc, senão o sistema apagava e tinha que começar do início. Passado isto, tesouraria. Lá vou eu... E a discussão estoira novamente! A tesoureira desculpa-se dizendo "isto tem que fechar ao meio-dia, pq eu preciso de ir almoçar! Conheço pessoas que vêm pra cá às 6 da manhã à espera de senha...". E com isto me retirei.

Só aqui atendem um limite de 60 pessoas por dia. Não dão senhas. Põem as pessoas fora do estabelecimento pq precisam de ir almoçar. Que tal armar uma tendinha e um saco-cama à porta do Governo Civil de Faro? Hm?

E upa pa cima q a vida continua!!!!!!!!
Ainda a Brasileira

Exceptuando a tal brasileira gravidíssima que é uma querida, sei lá, o resto dos empregados são de fugir. O ex-libris dos cafés de Lisboa tem dos empregados mais mal encarados da cidade. Aquela gente deve ter sido contratada quando andava na apanha da azeitona. E gostava de saber qual foi o estilista que recomendou os rabos de cavalo das meninas. Parecem que vieram todas de Ermidas-Sado ou da Merdaleja no Ceará.
Eu também lá vou à muitos anos, mas temos que convir que a Brasileira tem ar porco e os empregados são, de facto "very typical". Só lhes falta vestirem fato de campino, eles, e elas de traje do rancho folclórico de Santa Maria de Arcozelo e depois era ver tudo em grande piquenique sentadas em cima do balcão a comer pão com chouriço, com a meiazoca promovida a soquete para refrescar o tornozelo...

"Os tempos são de crise e já ninguém compra alcagoitas e tramossos!"
A culpa é dos hipermercados baratos que dão cabo do negócio agente.

quarta-feira, setembro 06, 2006

Eles 'andem' aí...

Recebi um mail bastante original. Ora cá vai:

Olá!
Gostaria de partilhar convosco alguns episódios que me relataram, que de facto são impressionantes.

Há algumas semanas atrás, numa loja de Chineses, em ÁGUEDA:

O pai deixou a filha à porta da loja (que de certo tinha alguma compra a fazer nesse estabelecimento), e aguardou por ela no estacionamento dentro do carro. Após bastante tempo de espera, resolveu entrar na loja à procura da sua filha, mas não a conseguia encontrar lá dentro. Questionou alguns funcionários da loja que afirmavam não a terem visto, teimou de tal forma que a filha tinha entrado para a loja, ao ponto de chamar a polícia, os polícias entraram e também não encontravam a jovem, até que por fim chamaram reforço de colegas com cães-polícia que através do seu faro conseguiram detectar a presença da jovem numa zona mais retirada da loja, dentro de um alçapão. A jovem já tinha o corpo marcado perto de alguns órgãos vitais e o destino dela seria: MORTA PARA TRÁFICO DE ÓRGÂOS.

Outro caso idêntico aconteceu na loja de Chineses, no RETAIL PARK, em AVEIRO:

O marido ficou a fumar um cigarro à porta da loja enquanto que a esposa entrou. Quando o marido após alguns minutos entrou à procura da esposa, também já não a viu. Após procurar por ela, esta também já estava amarrada nas traseiras da loja>e>o destino dela provávelmente seria o mesmo.

Agora, se entrarem numa loja dessas, tenham o cuidado de não irem sózinhos, pois facilita-lhes o trabalho. Isto não é brincadeira, P.F. divulguem ao maior nº de pessoas possível. E agora reflictam comigo:
É ESTE O AGRADECIMENTO DOS CHINESES AO ESTADO PORTUGUÊS, por não lhes cobrar impostos durantes 5 anos para abertura de lojas.

Com os melhores cumprimentos

Carla Nobre

Eu bem digo... Eles andem aí!!!

segunda-feira, setembro 04, 2006

Das batatas-fritas

Eu não gosto. Para mim batata-frita é ao natural! Com sal e está a andar! Mas alguém me sabe explicar como é que a Matutano tem batatas-fritas com sabor a Churrasco ou a Tosta Mista??? Eu até entende o sabor a queijo, a presunto, a cebola, a óregãos, mas a churrasco???? E a tosta mista? Como será o processo de fabrico?... dava tudo para assistir in loco e perceber o mecanismo! Claro que gosto de imaginar um cenário estapafúrdio... um mega churrasco dentro da fábrica... fumo por todo o lado, e a batatinha a rolar na passadeira e a assimilar aquele cheirinho todo. Deve ser mais ao menos quando vamos passear e somos confrontados com a fumarada do frango assado ou carapaus ou sardinhas... o processo deve ser parecido! Alguém me elucida?

De manhã, n' "A Brasileira"


Personagem: homem, na casa dos 40 anos, hipernervoso, tem em cima do balcão um maço de cigarros, as chaves e talvez o telemóvel. Já está a tomar o pequeno almoço - um pão-de-Deus e um galão. Cenário: ao balcão d' "A Brasileira", em Lisboa. Estão apenas dois empregados atarefados a atender. Quando: numa qualquer manhã de Setembro.

Monólogo, a ler em tom fanhoso:
- Isto, isto... (humpf), realmente... Chegam aqui, estes pára-quedistas! Chegam e são logo atendidos (humpf)... Já tomo aqui o pequeno almoço há 30 anos e já conheço isto... Ora, que realmente! Chegam aqui querem logo ser atendidos! [Para a empregada de balcão, gravidíssima] Olhe, faz favor é mais um café! [Dois minutos de espera, várias pessoas atendidas entretanto] Então, o café?! Realmente! [As chaves já voam por cima do balcão, tal a raiva. Mais dois minutos de espera] Então, o café vem ou não vem?! Já estou à espera há que tempos!

Empregada, brasileira (ela também)
- O senhor tem de esperar estão pessoas para ser atendidas. O senhor faz isso todos os dias.

- Tenho de esperar? Mas eu já estava a tomar o pequeno almoço! Já estou aqui há meia hora, como é que essas pessoas chegaram antes de mim? [Para o cliente, ao lado] Agora, também vou pagar com esta nota [de 50 euros]! E têm sorte de eu não ter uma maior! Isto, isto! (humpf!)

[Chega o café, paga, ainda refila com o outro empregado e murmura para o cliente do lado] Venho cá há 30 anos, já conheço esta gente! Não tou agora para aturar putas!

A Brasileira está cada vez melhor!

sexta-feira, setembro 01, 2006

É iogurte é!!!!

Só hoje descobri o segredo bem escondido de uma sobremesa óptima vendida nas lojas Vitaminas & Companhia. É fruta batida com iogurte natural. Bem fresquinha, esta sobremesa é maravilhosa. Há morango com iogurte e manga com iogurte. Hoje numa dessas lojas pedi "ah e é uma taça de iogurte com morango batido". A empregada da loja disse-me com a maior naturalidade do mundo: "isso é mousse de morango, feita com natas e leite condensado". Não queria acreditar e voltei-me para ela com aquela minha frase "está a gozar?" Mas ela voltou a confirmar os ingredientes enquanto eu refilava "bem, os seus colegas andaram-me estes meses todos a enganar". Optei antes pela fruta fresca. Claro que não vim para casa fazer contas às calorias ingeridas à pala de uma sobremesa, mas dá-me tanta vontade de rir como de voltar à loja e chamá-los de aldrabões. Talvez um dia passe por lá quando a loja estiver bem cheia e diga "é iogurte é!!!!!!"

nhenhenhém, nhenhenhém...

nhenhenhém

Significado: Conversa interminável em tom de lamúria, irritante, monótona.
Histórico: Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, eles não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer "nhen-nhen-nhen".

Uma de entre muitas definições fantásticas que estão neste site. Já sabem, quando começarem com aquelas ladaínhas sem sentido ao pé de vocês, acabem logo com o nhenhenhém.